Comissão Europeia de Turismo lança estudo sobre viagens LGBTQ

  • Categoria: SOCIAL
  • SubCategoria(s): LAZER
  • Data: 31/07/2018 15:59:39

Com base em levantamentos, a ETC destaca a Espanha, que é considerada a "melhor experiência de férias LGBQT"

A Comissão Europeia de Turismo (ETC), em parceria com a International Gay & Lesbian Travel Association (IGLTA), acaba de lançar o estudo Handbook on the LGBTQ Travel Segment. O guia reúne percepções de turistas em relação a 35 partes da Europa em cinco mercados: Brasil, China, Japão, Rússia e Estados Unidos.

O material foi elaborado pelo consultor e especialista em viagens LGBT, Peter Jordan, e demorou seis meses para ser concluído, com o objetivo de movimentar o nicho dentro do continente europeu e identificar onde há limitações e atrasos.

“Para alcançar o crescimento sustentável da indústria, a Europa deve responder aos padrões de mudança no Turismo global e capitalizar segmentos cada vez mais importantes em mercados estabelecidos e emergentes, como o Turismo LGBT. Promover o apoio à inclusão é uma oportunidade de crescimento econômico e desenvolvimento cultural para os destinos”, explica o diretor de Marketing e Comunicação da ETC, Miguel Gallego, ao Portal PANROTAS. A entidade planeja também o lançamento de um webinar para divulgar ainda mais os resultados do estudo.

Com base em levantamentos, a ETC destaca a Espanha, que é considerada a "melhor experiência de férias, em geral", mas outros destinos importantes como Alemanha, Holanda, Grécia e Itália também oferecem uma gama de experiências. No entanto, há mais incerteza em relação aos países do Leste Europeu, que engloba territórios da Rússia, Armênia, Ucrânia e Croácia.

“Os viajantes são altamente sensíveis a como serão aceitos na sociedade dos destinos que visitam. E os países europeus têm um forte histórico em promover direitos iguais para seus cidadãos LGBTQ, ajudando a criar uma percepção positiva sobre a região como um todo.”

DE OLHO NO BRASIL
Em relação ao mercado brasileiro, a Comissão Europeia de Turismo elogia a qualidade de recursos naturais, culturais e humanos, além de sugerir que o País está preparado para oferecer opções além de São Paulo e Rio de Janeiro.

“Os destinos precisam abraçar a comunidade e atender às suas necessidades específicas. Muitas marcas no Brasil já perceberam seu importante valor econômico, capacidade de definir tendências e, portanto, estão adaptando suas estratégias comerciais e de comunicação para realizar campanhas de marketing e promoções voltadas especialmente para a comunidade LGBTQ”, destaca.

Segundo o executivo, o interesse dos brasileiros em destinos da Europa cresce constantemente nos últimos anos. 

“O Turismo de Portugal, por exemplo, está organizando workshops para educar operadores e agentes. Também destinos europeus menos conhecidos entre brasileiros, como Mônaco e Noruega, estão focados neste segmento e lançarão em breve novos guias de viagens móveis.”


Fonte: Site Panrotas



Compartilhe
 
   

Busca

Categorias

Os 5 Mais Lidos

Twitter

Facebook